Programas

CoP International Coordination Team 2016

Criadoras de Paz - Equipe

Nossas coordenadoras internacionais vêm de diferentes países e, juntas, supervisionam os trabalhos de Criadoras de Paz em todo o mundo, para apoiar nosso trabalho de facilitação e treinamento, bem como para garantir a boa governança de nossos recursos.

Amina Dikedi-Ajakaiye

Amina Dikedi-Ajakaiye (Nigéria/Reino Unido), Presidente

De 1994 a 2013, servi como uma das coordenadoras internacionais de Criadoras de Paz (CoP, pela sigla em inglês) e participei do 25º aniversário de CoP em 2016 como uma das mães fundadoras. Fui cativada pela visão de Criadoras de Paz desde o início. Ouvir uma líder africana como Anna Abdallah-Msekwa, iniciadora de Criadoras de Paz, falar sobre a necessidade das mulheres responderem às questões do nosso mundo como mulheres e não como representantes de qualquer grupo político me encorajou muito.

Tenho estado ativamente envolvida no trabalho do MRA/IdeM desde 1982, quando conheci o trabalho em minha Nigéria natal. Inicialmente como professora, participei de campanhas nacionais e depois de uma turnê internacional com IdeM para a Escandinávia e depois Uganda. De 1987 a 1996, dirigi um negócio de moda em Lagos, mas continuei envolvida com o trabalho de IdeM. Desde 1996, fui membra do Grupo de Coordenação Internacional de IdeM com foco principal nas atividades pan-africanas que levaram ao lançamento do curso de liderança ética Harambee, coordenando os trabalhos de reconciliação no Sudão do Sul e convocando o Grupo de Coordenação de IdeM África. Sou casada e moro no Reino Unido.

Diana Damsa

Diana Damsa (Romênia),  Vice-Presidente

Interesso-me pelo programa Criadoras de Paz desde meu estágio em Iniciativas de Mudança Austrália, em 2007. Me envolvi mais em 2009, quando organizamos o primeiro Círculo de Criadoras de Paz na Romênia. Desde então, organizamos oito Círculos de Criadoras de Paz. Além de alguns encontros e eventos de acompanhamento, desenvolvemos uma rede de mulheres conectadas e empoderadas para assumir mais responsabilidades em suas comunidades. Em 2015, ingressei no Portifólio de Programas de Treinamento e me tornei formadora de facilitadoras. Esse crescimento no envolvimento aconteceu organicamente e como um desenvolvimento natural de toda a minha experiência de IdeM. Acredito poder apoiar ainda mais o programa CoP, assumindo mais responsabilidade e dando mais tempo a um programa no qual fortemente acredito.

Anne-Claire Frank-Seisay

Anne-Claire Frank-Seisay (Holanda/EUA), Secretária

Nesta posição em Criadoras de Paz, posso usar minha paixão por reunir pessoas em diferentes níveis: dentro do conselho e dentro da rede global de CoP. Eu também espero trazer a inspiração dessas mulheres ao redor do mundo para minha própria comunidade, ao facilitar os Círculos de Criadoras de Paz.

Cresci na Holanda, com pai holandês e mãe francesa, mas sempre me interessei pelo mundo além desses dois países e em torná-lo um lugar melhor. Trabalho com organizações de paz desde os 15 anos: de acreditar que um dia haveria “paz mundial” a descobrir o poder das abordagens de base como uma estudante, e então a importância de começar por si mesmo para fazer uma mudança no mundo ao nosso redor.

Sempre adorei trabalhar em projetos. Em diferentes cargos voluntários (conselho) e em minha vida profissional, geralmente ocupei os cargos mais “generalistas”, como secretária (mas também tesoureira e presidente) ou gerente de projeto. Nos últimos anos, comecei a combinar meu trabalho de projeto com facilitação e “hospedagem” de grandes conversas em grupo. Adoro conectar pessoas e acredito no poder de trazer diferentes perspectivas e vozes para os encontros.

Recentemente me mudei para os Estados Unidos e me casei. Meu marido é americano e serra-leonês: por isso, temos 4 culturas em nossa casa!

Gabriela Sebastyen

Gabriela Sebastyen (Romênia), Tesoureira

Minha primeira experiência com IdeM foi um Círculo de Paz em 2011. Aconteceu em um momento difícil da minha vida e me ajudou a encontrar meu equilíbrio e minha paz novamente. Desde então, estive envolvida em outros programas de IdeM o máximo que pude, mas Criadoras de Paz ainda é o mais querido em meu coração.

Estou muito orgulhosa e feliz por fazer parte deste grande programa como Tesoureira e ajudar com minhas habilidades. Obrigado por sua confiança e por me dar a oportunidade de retribuir algo a este programa que me inspirou e mudou minha vida.

Em 1997, me formei na Babes-Bolyai University Cluj Napoca, Faculdade de Economia e Administração de Empresas, Especialidade em Contabilidade. Em 2002, tornei-me contadora especializada e, desde então, trabalho como contadora autônoma. Também trabalhei por 6 anos como diretora de economia em uma subsidiária de uma empresa governamental onde adquiri experiência em orçamento. Trabalho lidando com as documentações para diferentes tipos de empresas, mas também para algumas ONGs. Falo inglês, francês e espanhol.

Luz Stella Camacho Castro

Luz Stella Camacho Castro (Colômbia)

Amo facilitar e acompanhar as mulheres em seu processo de se tornarem responsáveis ​​por curar sua própria dor e iluminar sua escuridão. Meu grande desejo é ver cada vez mais mulheres sentadas em círculo, honrando sua própria história de vida e se tornando sementes de cura para outras mulheres. Mulheres conectadas com o poder do amor da Mãe Terra e seus ciclos, doadoras de vida e protetoras em todas as suas manifestações e que se levantarão com a certeza de sua sabedoria interior para inspirar a irmandade entre nós sob o abrigo da Luz de Deus. Eu facilitei oficinas, encontros e círculos de mulheres por 8 anos com grupos de até 100 mulheres. Para apoiar os processos, uso ferramentas e métodos que têm sido eficazes em meu próprio caminho, a maioria deles inspirados por mulheres. Desde trabalho corporal, que traz o silêncio para poder ouvir e liberar as memórias da dor, à exploração da linhagem ancestral e cura das velhas feridas da desconexão com a Natureza e seus ciclos, bem como as meditações e a respiração consciente. Recebi o lindo presente de participar de um Círculo de Criadoras de Paz, fiquei profundamente tocada por sua profundidade e simplicidade. Eu então facilitei meu primeiro Círculo de Criadoras de Paz com Helena Von Armin, em Bogotá.

María Cristina Muñoz

María Cristina Muñoz (Brasil)

Pertenço a Iniciativas de Mudança desde o início do século e trabalho em tempo integral para IdeM Brasil desde 2014, compartilhando minha experiência pessoal com os Princípios e o Tempo de Silêncio por meio de depoimentos, palestras e workshops. Sou facilitadora de Círculos de Criadoras de Paz desde 2010, na Colômbia e no Brasil. Acredito firmemente que os Círculos de Criadoras de Paz são bem-sucedidos e podem ajudar a mudar a vida das mulheres, porque eu mesma já passei por isso. Depois de facilitar algumas na Colômbia, me senti chamada a traduzir o manual para o português para que pudesse alcançar mais mulheres, porque para mim é uma ferramenta simples, mas poderosa, para mudanças reais e permanentes que precisam ser divulgadas ainda mais. Nesta fase da minha vida, tenho tempo para me comprometer a ajudar e a experimentar a vida no meu próprio processo de trabalho pessoal.

Nighat Kurshid

Nighat Kurshid (Paquistão)

Minha primeira interação com Iniciativas de Mudança e Criadoras de Paz foi em um seminário em Canberra, em 2013, que foi sobre a partição da Índia e do Paquistão. No mesmo ano, também tive a chance de me sentar em um Círculo de Criadoras de Paz em Wellington, Nova Zelândia. Essa participação refletiu em mim para levar a ideia dos Círculos de Paz ao meu país, o Paquistão. Em minha opinião, a paz precede o desenvolvimento e as sociedades pacíficas colhem melhor os benefícios do desenvolvimento. Agora estou baseada em Islamabad para pesquisar e analisar os desafios socioambientais que cercam as mulheres durante o conflito e a guerra. Os amigos de CoP na Austrália e na Nova Zelândia, desde então, têm apoiado muito minha visão de traçar um caminho pacífico para as comunidades mais afetadas por conflitos. Felizmente este ano fui eleita em Caux durante o evento temático “Viver a Paz” como uma das coordenadoras internacionais. Uma posição muito empolgante, de fato, e tenho a honra de trabalhar ao lado de um grupo de mulheres inspiradoras de todo o mundo. Eu aspiro a me tornar uma membra digna da equipe.

 

Shoshana Faire

Shoshana Faire (Austrália)

Estou envolvida em Criadoras de Paz há 6 anos e me sinto apaixonada por esse programa, como isso toca corações e capacita as mulheres a serem pacificadoras. Por vários anos, tenho facilitado ativamente os Círculos de Criadoras de Paz e treinamentos de Facilitadores e atualizações, local e internacionalmente, além de orientar outras a fazerem o mesmo. Nos últimos 3 anos, estive ativamente envolvida no Portifólio de Programas junto com uma equipe muito ativa. Desenvolvemos uma Estrutura para o Portfólio de Programas, desenvolvemos um banco de dados de Facilitadoras de CoP internacionalmente, “Um Caminho para Ser Facilitadora de Criadoras de Paz” e “Caminhos para se tornar uma Instrutora de Facilitadoras de CoP”, além de atualizar o Currículo de Treinamento de Facilitadora e produzir apostilas para as participantes de nossos círculos de paz e para nossas facilitadoras. Atualmente, estamos nos concentrando especialmente em programas para aquelas que fizeram círculos de paz. Estou ansiosa para continuar e facilitar uma comunidade de aprendizagem compartilhada e o desenvolvimento de outros programas como parte de CoP, conforme a necessidade.

Sylvie Lefrançois

Sylvie Lefrançois (Suíça)

Minha motivação para ser uma criadora da paz: sempre admirei a coragem e a força que irradia das mulheres em geral, dada a grande sabedoria de algumas que me inspiram. Tenho um coração para apoiar, ouvir e ajudar as mulheres a perseverar e resolver seus maiores desafios. Eu mesma experimentei na história de minha vida e frequentemente testifico o poder do perdão. Gosto de reunir e liderar grupos de compartilhamento. Tenho o dom da hospitalidade e tento ser gentil com cada pessoa que encontro. Participei do treinamento de facilitadora, de dois dias, em Caux, em 2015. Participei do meu primeiro Círculo de Criadoras de Paz facilitado por Christian Garin e Maya Fiaux de janeiro de 2015 a janeiro de 2016, e tive meu treinamento como facilitadora de língua francesa. Tenho promovido Criadoras de Paz em minha casa e falado em minha comunidade e para o Amigos de Caux.

Kate Monkhouse

Kate Monkhouse (Reino Unido), Diretora Executiva

Sou apaixonado por Criadoras de Paz desde meu primeiro Círculo de Criadoras de Paz, em 2009! Estou feliz em continuar a servir à CoP de uma nova maneira para apoiar nossa equipe de coordenação internacional na definição de nossas prioridades e recursos comuns. CoP está em um momento emocionante, comemoramos 25 anos e agora estamos explorando como compartilhar nossas histórias de esperança e transformação. Eu adoraria que tivéssemos o objetivo de ser mais generosas com o presente do Círculo de Criadoras de Paz - mais ampla e profundamente, de uma rede mais forte servindo outras mulheres ao redor do mundo.

Antes de assumir o cargo de Oficial Executiva, eu gostei de estar com Criadoras de Paz como Tesoureira, Coordenadora Internacional, facilitadora e treinadora no Reino Unido, Suíça, Líbano, Burundi, África do Sul e Romênia. Eu trago para esta nova função de Diretora Executiva meus mais de 20 anos de trabalho profissional na construção de confiança, inclusão social e engajamento cívico com ONGs como o Serviço Jesuíta para Refugiados e o Forum Cívico de Londres, frequentemente em contextos comunitários baseados na fé. Tenho estudos em marketing, administração pública e resolução de conflitos que espero que sejam úteis na medida em que buscamos fortalecer nossos recursos e programas de treinamento nos próximos anos.